Home A Top A CYPE Produtos Serviços Ensino Superior Contactos
PRODUTOS
CATÁLOGO
Lajes e vigas de fundação

As cargas que atuam na estrutura são transmitidas às lajes e vigas de fundação, sendo estas dimensionadas para efetuarem a transmissão dos esforços ao solo de fundação, tendo em conta a tensão admissível.

As vigas e lajes de fundação fazem parte da globalidade da estrutura, por isso integram a própria estrutura, participando na matriz global de rigidez. Por esta razão é também possível aplicar cargas sobre estes elementos.

As lajes de fundação, ou ensoleiramentos, são lajes maciças flutuantes, cuja discretização é idêntica às lajes maciças, realiza-se em malhas de elementos tipo barra de 25 cm de dimensão, com molas nos nós cuja constante se define a partir do coeficiente de Winkler. Cada pano pode ter coeficientes de Winkler diferentes.

Vigas de fundação são vigas flutuantes apoiadas sobre solo elástico, discretizadas em nós e barras, atribuindo aos nós a constante de mola definida a partir do coeficiente de Winkler.

Para facilitar a análise dos resultados, o programa indica, caso existam, as zonas de levantamentos e tensões superiores às admissíveis e respetivos valores. Neste caso o utilizador poderá efetuar os ajustes que entenda adequados.

O programa apresenta para as vigas os diagramas de esforços e armaduras.

Apresenta para as lajes os diagramas de isovalores e isolinhas de esforços, deslocamentos e armadura. Apresenta para cada nó os esforços e deslocamentos por ação. Apresenta ainda o deslocamento (assentamento) máximo da laje.

O dimensionamento das armaduras das lajes pode-se fazer a partir de uma armadura base definida pelo utilizador, colocando o programa os reforços sempre que estes sejam necessários.

As peças desenhadas são constituídas pelas plantas de fundação, com as armaduras superiores e inferiores para cada uma das direções, e a pormenorização das vigas de fundação.


       

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saber mais  OK